Menu

Sesc Apresenta projeto Sons e Cadências em Rio Branco

O Serviço Social do Comercio - Sesc no Acre apresenta de 20 a 25 de novembro nos teatros e praças da capital o projeto musical “ Sons e Cadências” com  a participação de bandas e cantores locais. Entrada franca.
O Projeto Sesc Sons e Cadências foi elaborado no intuito de apresentar os artistas locais. É comum em nossa região artistas com trabalho de cunho autoral demostrando e divulgando a musica regional.
Com esse entendimento percebemos a necessidade de convidar a comunidade para assistir e compartilhar suas obras através das ações de apreciação e execução musical. O projeto fomenta novos talentos e culmina a identidade cultural musical do estado outrora marcados por festivais, show de calouros e apresentações.
Sesc Sons e Cadências é um projeto que visa realizar mostras musicais de artistas locais com trabalhos consistentes e autorias em harmonia com o contexto cultural e regional.
Para o coordenador de música no Sesc Acre Franklin Pinheiro esse é mais um trabalho de difusão do Sesc “Percebendo essa necessidade de difusão, fruição e preservação da música em seus diversos estilos, o Sesc em sua conceituada politica cultural, cumprindo o seu papel de apoio as artes com seus espaços culturais, vem dar apoio as apresentações musicais visando a proliferação da musica em seus mais diversos estilos”, disse.

Confira a Programação completa

20 de Novembro – Segunda-feira | Teatro de Arena do Sesc, às 19h
Show: Acre tem Bossa
E Nessa diversidade musical, instrumentistas Acreanos querem mostrar que: “O Acre tem Bossa”. Que se ouve e se gosta de boa musica por aqui, de Cruzeiro do Sul a Xapuri, músicos e ouvintes se deleitam em canções que o mundo inteiro elegeu, sendo que João Donato esse ilustre músico Acreano também compartilhou essa época.

21 de Novembro – Terça-feira | O Casarão, às 20h
Show: Mundo Ethéreo
O espetáculo musical “Mundo Ethéreo” traz ao palco experiências sonoras baseadas na experimentação e busca pelos sons, de forma onde o tradicional e experimental se encontram. No palco são usados instrumentos tradicionais tocados de forma não tradicional. O uso de tecnologia se faz presente no espetáculo como elemento de suporte, recursos como o loop e o sequencer são disparados através do Ipad e controlado pelo bluetooth, essas ferramentas fazem a interação entre a música e a tecnologia.

22 de Novembro – Quarta-feira | Escola Estadual Raimundo Gomes de Oliveira, às 15h   
Show: Família Musical
O grupo família musical conta com 12 componentes que se empenham a cada dia para absorver todo conteúdo ensinando, adquirindo assim conhecimento e princípios sociais de grande importância para sociedade e sua formação profissional.
Analisando o momento atual de nossa sociedade percebemos que a cultura vem perdendo espaço para as drogas e criminalidade, os números indicam que a idade mais atingida é de 6 a 18 anos que por falta de oportunidade influencias de terceiros ou subcultura do local requer uma atenção maior por parte de toda sociedade.

23 de Novembro – Quinta-feira | Teatro de Arena, às 20h   
Show: O Fino da Fossa
Percorrendo o universo dos artistas representativos deste estilo, como Dolores duram, Maysa e Lupicínio Rodrigues, a cantora Lara Pontes apresenta o Show “O Fino da Fossa”. O repertório vai do bolero ao lamento de sambas-canção.   

24 de Novembro – Sexta-feira | Praça do Terminal Urbano, às 16h   
Show: Power Trio DDC
O Power Trio DDC foi criado no ano de 2013, no intuito de levar a música aos apreciadores da música instrumental, alunos de música, músicos e ao público em geral. O grupo tem uma formação em trio, com uma bateria, guitarra elétrica e um contrabaixo elétrico. Com estilo misturando rock, samba, baião, dentre outros. A improvisação faz parte do resultado sonoro do trio tornando-o agradável a apreciação.

Calçadão do Novo Mercado Velho, às19h   
Show: Trailer
A banda Trailer tem a proposta de reviver trilhas dos clássicos do cinema, reinterpretando arranjos de bandas como Beatles, Aerosmith, Kiss, Steppenwolf, dentre outros. Os integrantes resolveram aliar o seu trabalho musical ao seu gosto pelo cinema, trazendo para o seu repertório músicas que vão do pop ao rock e marcaram a trilha de grandes filmes.
A banda estreou em setembro de 2016, apresentando-se na Semana de Engenharia Elétrica da UFAC. Participou, também, do evento Sessão Sonora, que reuniu bandas e artistas de várias vertentes no Casarão, desde então, mantém-se em atividade com a proposta de apresentar ao público trilhas sonoras do cinema.

25 de Novembro – Sábado | Praça da Revolução, às 17h   
Show: Sambaçaí
Sinopse: Denominação de ritmos nacionais e acreanos que se destacam no contexto musical amazônico através de composições que exaltam as nuances das nossas urbanidades, que se confundem com a leveza dos nossos bailados , cadenciados nas cores verde e amarelo do nosso samba.

back to top

O SESC